Entrevista - De Olho em...Re Pacheco!

16 junho 2010

Vamos a mais uma entrevista aqui no blog! 

  Tenho a alegria de ter aqui a querida e super scrapper artesanal Re Pacheco!  


PERGUNTAS!

01- Conte-nos um pouco sobre você: nome, idade, família, Trabalho/Formação , etc ….

Meu nome é Renata, tenho 41 anos (faço 42 em junho), sou jornalista, casada há quase 20 anos com o Wagner, fotógrafo profissional, e tenho dois filhos lindos, o Felipe, de 19 anos (que já está na faculdade, cursando Publicidade), e o Tiago, de 16 (no Ensino Médio). Eu me formei em Jornalismo na Escola de Comunicações e Artes da USP, em 1990, trabalho desde 1986 em Comunicação Corporativa (criando peças em todo tipo de mídia on-line e off-line, incluindo as mídias sociais) e tenho minha própria empresa, a RWF Comunicação, desde 1989. Mesmo tendo a empresa no “papel”, trabalhei muitos anos em casa, prestando serviço para grandes empresas, pois queria estar perto dos meus filhos pequenos. Quando eles cresceram um pouquinho – o Tiago estava com 5 anos – eu montei o escritório, que tenho até hoje. Hoje, trabalho fora o dia todo, por isso só tenho as noites e finais de semana para me dedicar ao meu hobby, o scrapbook.

02- Como o scrapbooking entrou na sua vida?

Em 2003, quando meu sobrinho Rafael nasceu, o Wagner comentou sobre uma loja que estava fazendo álbuns decorados, super diferentes. Fomos até lá, eu me apaixonei por tudo, mas achei que NUNCA iria aprender a fazer aquilo! Levei as fotos e encomendei um álbum para o Rafael. Mas nunca mais fui lá, esqueci do assunto. No final de 2008, quando minha sobrinha e afilhada Julia nasceu, eu pensei: tenho que encomendar um álbum desses para ela! Pedi pra minha irmã olhar no álbum do Rafael o nome da loja, que eu nem lembrava, e tentei achar na internet, mas descobri que estava fechada. Foi aí que minha mãe me disse: abriu uma loja dessas aqui perto de casa... Fui lá ver, me encantei com tudo, o pessoal da loja me incentivou a fazer umas aulas... e aí descobri minha grande paixão, o scrapbook. E melhor do que descobrir uma paixão, foi descobrir que eu era, sim, capaz de fazer aquilo que tinha achado lindo e inatingível cinco anos antes. Fiz oito aulas básicas na loja, aí descobri os fóruns, os blogs, e nunca mais parei!

03- Qual o seu estilo e cores preferidas.

Eu sou uma eterna “experimentadora”. Estou sempre testando estilos novos, técnicas diferentes, combinações de cores inusitadas... Nem mesmo consigo definir que estilo têm minhas páginas, pois são sempre uma mistura de várias coisas. O que me guia mesmo são a foto e a história que eu tenho para contar. O layout precisa combinar com o assunto. Apesar de ser jornalista, eu convivo com o design diariamente, então tenho alguma noção das técnicas e procuro levar esse conhecimento para as minhas páginas de scrap.


04- Quais elementos você acha que são fundamentais em uma página/projeto?

Foto, journaling e papéis. Para mim, cada página tem que contar uma história, pode ser por meio de um journaling mais extenso ou mesmo de uma frase, mas o meu objetivo é que, se alguém da minha família pegar meus álbuns para ver daqui a dez anos, vai conseguir entender a história por traz daquela página.


05- Como vc faz para criar uma pagina/projeto…??

Eu sou bem metódica. Tenho um caderno de sketches e geralmente começo separando as fotos, identificando qual a história que eu quero contar. Depois, desenho um sketch da página, que pode ser tanto algo que estou pensando no momento quanto posso copiar sketches da internet ou dos livros. Separo então os materiais e começo a montar a página. Mas tem vezes que quero simplesmente testar um material novo, então vou criando a página na hora, principalmente quando estou trabalhando com mixed media.


06- Quais elementos você não gosta de usar em páginas/projetos? Por quê?

Não é que eu não goste... mas uso muito pouco daqueles adesivos tridimensionais, porque geralmente não combinam com meu estilo. Sempre que possível, gosto de criar meus próprios enfeites para as páginas, acho que fica mais personalizado, mais “artístico”.


07- Como você vê o Scrap no Brasil e fora dele?

No Brasil, está acontecendo um movimento que já vem acontecendo há mais tempo lá fora: acho que as pessoas estão fazendo as páginas de scrapbook mais artísticas, não se preocupando tanto em usar somente produtos específicos, acid free, mas sim deixando os projetos mais personalizados, colocando a sua arte nas páginas. Hoje você vê mistura de tudo nos layouts: elementos fabricados, híbridos, tecidos, folhas de livros, enfim, o mixed media está tomando conta. Para algumas, mais, para outras, um pouco menos, mas a palavra de ordem agora é “personalizar”, sempre, cada qual com seu estilo!


08- O que você faz para se atualizar?

Acompanho diariamente mais de 450 blogs de scrapbook, cartões, mixed media e fotografia (claro que nem sempre consigo ler tudo, mas tenho todos na minha timeline e dedico pelo menos uma hora por dia para essa leitura); tenho contato com mais de 350 pessoas no Facebook (praticamente todas dessa área), acompanho o Twitter de scrappers e artistas que eu admiro; já li mais de 50 livros de scrapbook, artes e mixed media; e faço, no mínimo, 10 cursos online por ano com pessoas que eu considero as melhores em suas áreas.


09- O que é scrapbooking pra vc?

É uma paixão, que eu quero desenvolver cada vez mais. Hoje em dia eu respiro scrapbooking, ocupo todas as minhas horas vagas com essa arte. Concordo que é um vício mesmo, mas um vício “do bem”, que só ajuda no meu desenvolvimento criativo.


10 -Qual o scrap/hibrido que vc mais gostou de criar e porquê?

Estou ainda engatinhando nesta técnica, mas adorei fazer a página {Rafo}. Acho que foi a primeira que fiz só com elementos digitais impressos. Fiquei até com vontade de comprar uma impressora melhor para fazer isso mais vezes.


11- Um layout que você quer scrapliftar

Nossa, tenho literalmente milhares deles na minha pasta de Inspiração... mas uma das scrappers que descobri há pouco tempo e ainda não é conhecida no Brasil é a Birgit Koopsen; a página e o mini álbum que ela mostrou nesse post são lindos: http://birgitkoopsen.typepad.com/my_weblog/2010/04/all-about-nathalie.html



12- Quanto tempo você demora pra fazer uma página/projeto?

Depende muito... mas nenhuma sai rapidinho. Ultimamente, cada página tem ficado uma semana inteira em cima da mesa, porque durante a semana não estou tendo muito tempo. Mas se pego direto, em um final de semana, costumo levar umas 5 horas para fazer uma página (isso quando não tem umas camadinhas de tinta pra esperar secar!!!)


13- Que dicas você daria para as iniciantes no scrap?

Ler muito, buscar todos os tutoriais que tiver na internet, fazer algum curso, quando possível. Mas nada disso adianta se não colocar a mão na massa. Quando vir algo que gostar, faça, o mais rápido possível. Se deixar para fazer depois, vai esquecer. E vai deixar de aprender! Só fazendo é que a gente aprende, e se sente cada vez mais capaz.


14- Cite seu blog, galeria e contato.

Sou fácil de encontrar... hahahaha!!! Aí vão meus endereços na Web:

Scrap Party, meu blog pessoal: http://www.scraparty.com
Scrap Sins, meu blog com a Gil Jussara, onde colocamos dicas e tutoriais TODOS OS DIAS: http://www.scrapsins.com
Grupo do Scrap Sins no Flickr: http://www.flickr.com/groups/scrapsins/
Twitter: @repacheco e @scrapsins



Rapidinhas
. Um sonho – viajar cada vez mais
. Uma esperança – ter mais tempo pra fazer scrapbook
. Uma "neura" – andar de carro quando não sou eu quem dirijo (sou irritante no banco do carona!)
. Uma realização – ter construído sozinha a minha empresa
. Uma dúvida – várias, na hora de tomar decisões sobre a educação dos meus filhos
. Um medo – de morrer cedo
. Uma lição que aprendeu na vida – ser menos ansiosa (bom, ainda estou aprendendo...)
. Um filme – As Melhores Coisas do Mundo, da Lais Bodanzky, pela participação que meu filho teve no filme (ajudou no roteiro, nas filmagens, na edição e cuidou sozinho da divulgação do filme na internet, pelo Twitter @asmelhoresfilme)
. Um livro – faz dois anos que só tenho lido sobre scrapbook e artes... não lembro de outros!
. Uma cor - azul
. Um momento especial – cada viagem que fazemos é repleta de momentos especiais
. O melhor momento do dia – ver o por do sol da janela do meu escritório
. Algo que a faça sair do sério – ficarem me provocando
. Algo que pretenda realizar a curto prazo – muitos projetos relacionados ao Scrap Sins, mas ainda não posso contar...
. alguma coisa de atualmente que a deixe emocionada – ver meu filho começando a ter sucesso no mercado de trabalho
. Um cheiro – bolo no forno
. Uma frase – A vida tem a cor que você pinta
. Se defina em uma só palavra - autêntica

Vejam algumas das belezuras que a Re criou..



Re, obrigada pela super entrevista. Adorei te conhecer um pouco mais! 
Visitem e deixem um recado para a Re! 

beijos
Cris Oliveira

2 Comentários:

Claudia Ventura 16 junho, 2010  

Oi Cris!
Adorei a entrevista de hoje.
Tive a oportunidade de conhecer a Rê pessoalmente neste último final de semana em um crop promovido por ela e pela Gil.
Ela é uma gracinha de pessoa!
Bjsss

LucianaW 16 junho, 2010  

Oi Cris...valeu a entrevista a Re é sensacional, sempre arrasa com seus trabalhos e foi legal conhecer um pouquinho mais dela!
Parabéns!
Bjs

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário!
Beijos
Cris Oliveira

Related Posts with Thumbnails

POSTS RECENTES

Últimos Comentários

LINK ME!



Entre em contato !

Name:*
Email:*
Subject:*
Message:*
Verification No.:*
contact form faq

  © ARMAZÉM CRIATIVO - Todos os Direitos Reservados